De algumas décadas pra cá, tem crescido de forma significativa, o número de divórcios entre casais maduros. 

Casamentos  “até que a morte os separe”, baseados em convenções sociais, onde o papel da mulher era muito mais de acessório, do que de indivíduo, ficaram para trás. 

Fim do amor, vida sexual insatisfatória, falta de perspectiva, onde ambos olhariam para o mesmo lugar, “rabugices” do(a) companheiro(a), acabam por ser fatores que pesam num relacionamento de muitos anos têm sido determinantes para uma possível separação. 

Em consequência,  temos visto um número crescente de mulheres buscando a separação, até porque a sociedade tem sinalizado a ela, que é possível, sim, refazer suas vidas sozinhas, com qualidade e dignidade. 

Quando ela tem uma profissão, ou fonte de renda, fica mais fácil se sentir encorajada  em terminar a relação. 

Da mesma forma, quando se sente validada e apoiada pelos familiares próximos (em especial os filhos), essa mulher se sente mais fortalecida em sua decisão. 

Mas ainda vejo, no meu consultório, mulheres insatisfeitas com seus casamentos, sem coragem de se decidir pelo divórcio, permanecendo numa zona de “des”conforto, onde condições financeiras, questionamento dos familiares e receio do que virá,  ainda a prendem a casamentos insatisfatórios. 

Elas assinaram uma “sentença de vida”, onde a única coisa que lhes resta é arrastar um casamento de fachada e todas as frustrações que ele oferece. 

A psicoterapia individual, vem como ferramenta valiosa, para ajudá-la a descobrir caminhos e possibilidades, através do fortalecimento da sua essência. 

Ela vai, aos poucos, descobrindo novos sentidos para a sua vida, se sentindo empoderada o suficiente, para mudar o que precisa ser mudado. 

E, claro, a  terapia de casais, caso ambos sintam que vale a pena investir nessa relação, tem resultados excelentes, seja para ajudá-los a permanecer juntos, seja para auxiliá-los a ter uma separação amigável e sem maiores dissabores. 

A vida a dois não precisa ser uma fonte de angústia e insatisfação. A Psicoterapia pode ajudar a entender quais os melhores caminhos possíveis para uma separação ou uma reconciliação. Para saber mais sobre a terapia individual ou em casal, é só ligar: (11) 2478-6597 ou chamar a gente pelo WhatsApp: (11) 95396-3704.

Texto de Mônica Martinez
Psicóloga
CRP 06/123494

Categorias: Blog